domingo, 12 de novembro de 2017

Uma metodologia gamificada para a juventude!

#EuSouProtagonista

Uma grande parceria está sendo construída entre nós do Social Brasilis e a ChildFund Brasil - organização internacional de apoio a criança e ao adolescente com sede em mais de 55 países. Desenhamos uma iniciativa piloto para levar a jovens da rede de jovens das instituições sociais filiadas a organização ChildFund Brasil no Ceará uma metodologia gamificada casada a tecnologia digital, ou seja, pela primeira jovens vão aprender sobre construção de projetos, educação financeira e ciberespaço através de um jogo na capital e interior cearense. Estamos felizes pelo apoio e parceria dessa grande instituição em realizar esse trabalho em prol da juventude e do desenvolvimento do ecossistema educacional e tecnológico no Nordeste Brasileiro.
1º fase do jogo no Projeto Criança Feliz - Fortaleza-CE
O Game Olhares, nossa metodologia gamificada, é um jogo para o despertar de habilidades empreendedoras em jovens em idade escolar, utilizando ferramentas, dinâmicas e uma plataforma virtual de aprendizagem para levar jovens e educadores a percorrer desafios sociais no decorrer de sete fases. Ao término da jornada, todos os participantes ganham em ações, em descobertas e em uso positivo do ambiente virtual para inovar, aprender e se divertir.

"Os jovens gostaram muito das oficinas por que são extremamente práticas e divertidas, e os jovens gostam e esperam muito por isso" - Charles - Professor de informática Projeto Criança Feliz.

A parceria contemplará 250 participantes da rede de jovens (REJUDES) da ChildFund Brasil entre jovens, educadores sociais e gestores de cinco instituições sociais cearenses, são elas:

-Projeto Criança Feliz - Fortaleza-CE.
-Frente Beneficente para criança - Fortaleza-CE.
-Projeto Alegria da Criança - Caucaia-CE
-Projeto Comunitário Sorriso da Criança - Fortaleza-CE
-Creacri - Centro de apoio da criança - Itapiúna-CE

A meta é fortalecer o trabalho com games, tecnologia e atividades práticas com a juventude e educadores sociais de forma a conduzir o aprendizado para o viés significativo, ou seja, uma forma de aprender sem se dar conta de estar aprendendo e a desenvolver habilidades úteis a fase adulta, como: a criação de projetos, criatividade, visão crítica e social, tecnologia digital e educação financeira (gerenciamento de recursos).

Apresentação dos sonhos dos jovens de Itapiúna-CE - 2º fase do jogo

Somente na primeira semana de aplicação atingimos a marca de 125 jovens impactados em quatro instituições sociais.

Jovens durante os desafios em Caucaia-CE

Seguimos pelas próximas fases desse jogo. 

Ações que também fazem parte da nossa campanha #EuSouProtagonista 2017 - apoio ao protagonismo e empreendedorismo jovem no Brasil - saiba mais aqui.


Se sentindo divertidos,
Social Brasilis

quinta-feira, 2 de novembro de 2017

Negócios de impacto social na feira do conhecimento!

#EuSouProtagonista

  No último dia 27 de outubro de 2017, no Centro de Eventos do Ceará e na semana da ciência e tecnologia, participamos da Feira do Conhecimento - considerado um dos maiores eventos da temática no Brasil - com um workshop sobre negócios de impacto social.

  A proposta de abordar o tema na feira, que trouxe um público diversificado de jovens à professores, é popularizar a temática no Nordeste, trazendo o conceito das ODS's (Objetivos de Desenvolvimento Sustentáveis da ONU) para pensar ideias criativas de negócios que venham a contribuir para algum desses objetivos através de atividades práticas para vivenciar um pouco do que seja o conceito e objetivos dos negócios de impacto no Brasil atualmente.

Workshop Negócios de Impacto Feira do Conhecimento

  A condução do workshop foi dividido com o time Enactus da Universidade Federal do Ceará, representado por sua presidente Fernanda Pantuzzi que expôs aos participantes o trabalho com o empreendedorismo social desde a Universidade, reforçando o estímulo a juventude que empreende e pensa soluções para problemáticas sociais.

 O momento contou com a participação de representantes da nossa rede de jovens, jovens que passaram por alguma formação ou projeto Social Brasilis, que contribuíram para enriquecer o debate trazendo o ponto de vista jovem. 

Kaciane Silva - Projeto Criança Feliz e da nossa rede de jovens

   A Feira do Conhecimento movimentou um público de mais de 10 mil pessoas em quatro dias de evento trazendo palestras, workshops, negócios e mostras do que acontece no campo da ciência e da tecnologia no Estado do Ceará. A feira é uma iniciativa da SECITECE - Secretaria de Ciência e Tecnologia do Ceará - a quem agradecemos o espaço e a divulgação da nossa proposta de trabalho na feira, foi um momento ímpar e de grande importância para o Ceará e um grande exemplo a ser copiado pelo Brasil.



Eq. Social Brasilis




domingo, 15 de outubro de 2017

II Open Space do Social Brasilis: Juventude universitária

#EuSouProtagonista

  Cumprindo nossa visão institucional de que "todos podem ser protagonistas sociais" a partir do lugar onde se encontram e gostariam de ser e fazer a diferença é que acreditamos, a cada dia mais, na universidade e o que ela fomenta de transformação para as gerações futuras através de seus formandos.

  A universidade é lócus de diversidade cultural, étnica, de cores, de mistos que se entrelaçam e se cruzam todos os dias no intuito de aprender e ao final do processo de estudos se jogarem no mundo profissional ou acadêmico. Nesse período de esperas, a população universitária formada, sobretudo, pela juventude, deve ser preparada ao extremo para ser um profissional imerso no mundo real, ou seja, no mundo de complexidades e problemáticas sociais reais, estamos pront@s para isso?

  A pesquisa (academia) objetiva-se a buscar soluções para possíveis hipóteses e indagações que venham a contribuir com a vida em comunidade e para com a sociedade como todo. Para isso, ideias reais, práticas e por sua vez, funcionais, que são aptas a contribuir ainda mais para esse mudança devem ser estimuladas. Compartilhando esses pensamentos e buscando fazer da universidade um caminho a ser ambicionado pela juventude da periferia e de escolas públicas que realizamos no último dia 11 de outubro/2017, em parceria com o time Enactus UFC (Organização que propaga o empreendedorismo social em universidades) nosso II Open Space do ano com a juventude representante de projetos de extensão (que ligam a universidade a comunidade) da Universidade Federal do Ceará (UFC) para discutir sobre gerenciamento de projetos e tecnologias sociais através de atividades práticas dentro da própria universidade.


  Durante a manhã do dia 11,  os representantes de 06 projetos distintos, ao todo 24 jovens, tiveram contato com uma exposição institucional do Social Brasilis com o Elvis Alves - nosso diretor de comunicação e após isso, vivenciaram a parte teórica da composição de projetos e tecnologias sociais com uma atividade prática de jogos de tabuleiro para a educação com a Manú Oliveira - fundadora Social Brasilis e concluíram a manhã com uma atividade para a construção e co-criação de projetos utilizando metodologias ativas da educação (prática para a execução de produtos ou aprendizagem mediada por projetos).

  Concluímos nosso Open Space, que significa um espaço aberto para discussões e práticas, com 100% de aproveitamento e participação dos estudantes. A atividade também é uma extensão da nossa campanha institucional #EuSouProtagonista 2017 que estimula a construção de ações e ideias que levem ou reforcem a questão do protagonismo entre a juventude brasileira. Para conhecer melhor nossa campanha e levá-la até sua instituição clique aqui.



Eq. Social Brasilis

terça-feira, 10 de outubro de 2017

Comenda Transformando Vidas - Educação de Qualidade

  Na última quinta-feira, 05/10/2017, no Shopping RioMar Fortaleza, durante a abertura do fórum IEP de sustentabilidade, Manú Oliveira, nossa fundadora, recebeu das mãos do presidente do IEP - Instituto Educação Portal - a comenda Transformando Vidas.

  A comenda é uma homenagem do fórum, considerado o maior do Norte e Nordeste na temática, para personalidades cearenses que atuam na defesa de alguma das ODS's (Objetivos de Desenvolvimento Sustentáveis da ONU - Organização das Nações Unidas) - em nosso caso é a ODS educação de qualidade, recebida pela Manú na cerimônia de abertura do fórum.

Manú Oliveira recebendo a homenagem do presidente do IEP

  A comenda é um indicador de que nossos esforços e ações para dar inovação ao processo de ensino e aprendizagem tem surtido efeito. Nesses quase dois anos de projeto, mais de 500 pessoas passaram por nós diretamente e mais 08 mil pessoas indiretamente. Agradecemos a nossos parceiros, equipe, rede de embaixadores, amigos e familiares que nos dão suporte para levar nossas atividades avante. 

Elvis Alves, Manú e Maurízio da equipe Social Brasilis

  A comenda foi noticiada no Blog do Diário do Nordeste no caderno regional "Sertão Central" - direto da cidade de Quixadá-CE, terra natal da Manú Oliveira, enfatizando sua conquista. O Diário do Nordeste é a maior mídia impressa e com maior circulação em todo Estado do Ceará - acesse a matéria aqui. Acompanhe também o relato pessoal da Manú sobre o recebimento da comenda em seu Blog - acesse aqui.


Eq. Social Brasilis

terça-feira, 5 de setembro de 2017

Game Olhares - começa nosso jogo na escola!

#EuSouProtagonista

  Na última sexta-feira, dia 01 de setembro/2017, na Escola pública de ensino fundamental e médio Anísio Teixeira no bairro Pan Americano em Fortaleza-CE deu-se o START para o início do nosso Game Olhares - jogo para o despertar de habilidades empreendedoras em ambiente escolar, constituindo um trabalho com as bases para o protagonismo e a mentalidade empreendedora desde a idade escolar.

  A turma do segundo ano do Ensino Médio foi surpreendida pela presença de nossos facilitadores na escola na manhã da sexta-feira, como primeiro desafio eles deveriam encontrá-los dentro da escola seguindo pistas deixadas por nós do Social Brasilis. A professora de Português da turma, Aline Pahin, coordenou o momento os conduzindo até o laboratório de informatica da escola onde o surpreendemos com um convite para vivenciar um jogo na prática, descobrir seus poderes e realizar sonhos.

Primeiro encontro com a turma
 Na ocasião os jovens foram apresentados ao ambiente virtual de aprendizagem que fará as mediações para a aprendizagem e interação da turma, uma plataforma WEB desenvolvida para interação e capacitação dos jovens, além de vivenciarem dinâmicas que iniciam o processo educacional da vivencia do jogo em sala de aula.

"A turma é muito participativa e adorou quando soube que haveria um ambiente virtual de aprendizagem para acompanhar as interações e vivenciar o jogo" - relata Elvis Alves que conduziu o momento junto a turma.

 Quando questionados sobre a existência de super-poderes na atualidade alguns responderam sobre a impossibilidade da existência de super-heróis, porém, refletiram por um momento e lembraram das mães que criam filhos sozinhas e pais que dão duro no trabalho para poder educar seus filhos, para eles esses são os super-heróis da atualidade. Percebemos, como as bases para o protagonismo e visão crítica e social já se destacaram e se desenvolveram no primeiro encontro com a turma e que venham as demais fases.

Primeira atividade
 O Game Olhares é uma metodologia gamificada em formato de um jogo real para o desenvolvimento de habilidades empreendedoras e visão crítica na escola. O jogo possui sete fases e é mediado por uma plataforma virtual de aprendizagem, assim como todas as formações e metodologias do Social Brasilis que privilegiam o ensino híbrido (mediado pelo computador) de modo que os participantes já possam usar a tecnologia digital como canal de aprendizagem, inovação e trabalho. A metodologia tem data para a conclusão até dia 20 de outubro/2017 quando se dará a conclusão do jogo e a mostra dos projetos e trabalhos realizados pelos alunos da turma do 2º ano da EEFM Anísio Teixeira. 

Conheça também nossa Campanha #EuSouProtagonista 2017 e organize você também ações para o protagonismo e visão crítica de jovens pelo Brasil.


Por mais jogos do BEM,
Social Brasilis



terça-feira, 29 de agosto de 2017

Documentário Rotinas - luz, câmaras e transformAÇÃO!

#EuSouProtagonista

  O audiovisual sempre foi uma forma de expressão, de mostrar para o mundo um jeito de pensar e de ver o mundo através dos olhos e da vida de diferentes agentes. Uma história de vida é sempre contada, um contexto social desvendado e posto à mostra para a apreciação e conhecimento através das imagens e lentes daqueles que dirigem e interpretam suas funções para que o produto final, o filme, conte a melhor das tramas - histórias reais, histórias de vida que inspiram.

  Assim, o coletivo Tentalize, grupo de jovens da periferia de Fortaleza-CE, que produzem e estão à frente do documentário Rotinas contando a vida do ponto de vista dos ambulantes do bairro do Jangurussu - periferia da capital cearense- exibindo histórias diárias de quem ver a vida de forma diferente. O bairro tem uma economia local fortalecida pela feira semanal, que acontece todo sábado e se pode encontrar de tudo, desde roupas à utensílios domésticos. Os jovens tentaram justamente retratar o perfil e a voz desses participantes da economia local, suas impressões e visões de futuro e, assim, mostrar sua comunidade para outros contextos e lugares.

Ambulantes do bairro Jangurussu
 Contemplados pelo VI edital Ação Jovem da Rede Cuca (instituto da Prefeitura Municipal de Fortaleza para a juventude) e assessorados pelo Social Brasilis em 2017, durante o mês de julho/2017 eles circularam pelo bairro, captando cenas, imagens, entrevistas e depoimentos dos seus personagens favoritos, pessoas comuns, pessoas reais que todos os dias lutam para fazer sua vida acontecer nas periferias do nosso país.

"A rotina se repete ao longo da semana. Dona Leonora prepara cedo o caldo, a canja, o mungunzá e, com o sol ainda forte, arruma tudo com muito zelo na sua barraca.
É difícil não perceber a "Tia do Caldo", como é conhecida, sempre sorridente atendendo os clientes, jogando conversa fora, andando para lá e para cá, quando não está sentada apenas observando o movimento.
Ela é mais uma das milhares de mulheres que não desiste fácil de um desafio, põe seu melhor sorriso e sua touca e recebe com muita simpatia quem chega para provar o delicioso caldo.

Dona Leonora é uma dos três vendedores ambulantes que acompanhamos ao longo de dois meses. Ela conta um pouco desse processo no documentário Rotinas. - relata os jovens do coletivo em sua Fanpage no Facebook Tentalize.

 Quantas dona Leonoras existem nesse Brasil que acordam cedo e saem para trabalhar dignamente nos centros e periferias desse imenso país? Quantas você encontra na sua rotina de vida? Já quis saber que histórias possuem? Que expectativas e visões de mundo defendem? Onde vivem e quais são as suas lutas? 
As protagonistas Dona Leonora e Dona Quinha assistindo a própria história
Making off das gravações do coletivo

  Em cada esquina de nossas ruas há histórias esperando para serem contadas e talvez muitas não serão sequer descobertas. Que tal contribuir para contar a história de alguém? Mostrar uma versão de algo ou alguém para o mundo? Mãos à obra, mostre e divulgue histórias de vida, faça de pessoas comuns protagonistas de seu filme e assim elas serão protagonistas de sua própria vida, por que protagonismo não é só para ator ou atriz principal de uma grande produção, é quem assume o papel da sua vida e faz dela a narrativa mais bonita a ser contada. 

Falô? Conheça aí nossa Campanha #EuSouProtagonista 2017 e descubra o verdadeiro sentido da palavra protagonista.


Protagonistas SIM
Social Brasilis

domingo, 20 de agosto de 2017

Exposição Pura Pele - o universo LGBT na transformação social!

#EuSouProtagonista

 A frase "pura pele" nos remete a muitas interpretações e contextualizações. Quando falamos de afirmação, diversidade e sexualidade nos leva a interpretação de quem realmente somos, de quem somos no mundo, nossos ideais e posições sociais. Qual é a sua pele? Cor, gênero, posição, ideias, visões?

 O mundo desde sempre vive uma crise de valores sociais. O mundo do individualismo, preconceito e rótulos que insistimos em colocar nas pessoas. O lado positivo disso é que não podemos generalizar tudo e que nesse universo há espaço para a conscientização, para as pessoas que se mostram sem julgamentos, que divulgam sua essência através da arte e do seu jeito de ser no mundo, ou seja, sendo resistência e mostrando, através de seu exemplo, que somos SIM um espaço de diversidade e que chato seria se fossemos todos iguais.

via GIPHY

 Contemplados no VI edital Ação Jovem da Rede Cuca (instituto pertencente a Prefeitura Municipal de Fortaleza para a juventude), a exposição Pura pele é organizada por um coletivo de jovens da periferia de Fortaleza-CE para defesa dos direitos e luta contra o preconceito LGBT, no tocante as performaces e apresentações artística do universo travestir da capital cearense.

Conscientizar - trechos da exposição Pura Pele! Foto: Nicoly Mota

 O intuito do grupo é mostrar a arte de performar, representar personagens, ser um viés de cor e brilho por onde passar, encenar e se colocar na pele da figura idealizada. Esse é o verdadeiro universo travestir...por um dia, por uma hora ou momento ser o que você quiser, se transformar nas nuances que você admira, fazer seu show, cantar e dançar da forma que quiser, enfim, ser livre. O desafio é tentar passar essa sensação de liberdade e olhar artístico com sensibilidade para o público que esteve presente no dia da exposição, 05 de agosto de 2017, no Cuca Jangurussu - localizado no bairro de mesmo nome na periferia de Fortaleza-CE.

Encenação no Festival Pura Pele - Cuca Jangurussu - Foto: Nicoly Mota
   Teve arte, teve brilho, teve performaces, teve discussão, conscientização sobre preconceito, luta por direitos e apresentações sobre a temática. Um espaço diverso para falar sobre representatividade e participação ativa do público jovem na defesa da causa.

  Seja qual for sua causa, você pode fazer acontecer. Junte sua turma, forme uma coletivo e promova um evento de sensibilização, convide alguém de referencia no assunto para conduzir uma roda de conversa ou palestra em sua escola, universidade ou instituição social. Faça acontecer e se represente e divulgue suas ações na rede com a hashtag #EuSouProtagonista e participe da nossa campanha 2017 #EuSouprotagonista e estimule ações da juventude - clique aqui e saiba mais. Brilhe!

via GIPHY


Por mais brilho no mundo,
Social Brasilis


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...