quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

O que é ser um Líder Comunitário nos dias atuais?


Elisângela Nascimento - Líder comunitária
Bairro Pirambu - Fortaleza-CE
 A rotina de comunidades no entorno das grandes cidades é marcada muitas vezes pela violência causada, na maioria das vezes, pelo tráfico. O que poucos sabem é que dentro dessas comunidades associações comunitárias, projetos sociais e pequenos empreendimentos trazem um grande diferencial para a comunidade e seus moradores. Essas pequenas iniciativas lideradas por moradores que tomam a frente das ações e representam a comunidade dentro e fora da mesma tentando trazer melhorias para as mesmas. Esse é o perfil do líder comunitário, de pessoas simples que fazem a transformação acontecer. Conheçam Elisângela Nascimento da Associação Terra Prometida no bairro do Pirambu em Fortaleza-CE.

SB: Defina seu trabalho:

Elisângela: Colaborar com o crescimento da comunidade em todos os aspectos: social, financeiro, econômico, saúde e educação.

SB: Na sua opinião, o que seria um líder comunitário?

Elisângela: É uma pessoa que podemos ter como referência para representar os direitos de uma comunidade, que tenha a capacidade de saber lhe dar com problemas dos outros, criar oportunidades, parcerias, integração, se colocar no lugar do outro para encontrar métodos, estratégias para solucionar problemas.

SB: Que trabalho esse ou essa desempenham na comunidade?

Elisângela: O objetivo maior é garantir moradia para quem não possui e valorizar as que já possuem contribuindo para uma vida melhor para todos.

SB: Qual o diferencial que esse trabalho traz para a comunidade?

Elisângela: A satisfação, o reconhecimento, a identificação do local onde moramos e engrandecer a comunidade como uma grande família.

SB: Quais dificuldades a associação enfrenta hoje?

Elisângela: Falta de apoio e parcerias de empresas

SB: De que forma tais problemas podem ser sanados?

Elisângela: A diminuição do tráfico de drogas entre os jovens entre 12 à 16 anos, com projetos de educação no bairro que se tenha o uso das tecnologias digitais como principal interesse e é o desperta visibilidade desse público.

SB: Que expectativas você tem para sua comunidade?

Elisângela: De poder fazer da minha comunidade uma referencia, um bairro modelo e ter o reconhecimento dos governantes que não precisamos de muito para as coisas serem organizadas com uma comunidade unida.

SB: O que a mídia e a sociedade pensam do vosso trabalho?

Elisângela: Sequer temos nosso trabalho reconhecido ainda.

SB: Uma palavra que defina o que você sente?

Elisângela: Amor comunitário

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...