segunda-feira, 31 de julho de 2017

Natora - cultura, esporte e educação! #AçãoJovem

#EuSouProtagonista

Até onde pode chegar a força da união dos jovens? A mobilização para juntar, agregar, reunir e fazer a transformação acontecer?

O Coletivo Natora, formado por jovens do bairro do Carlito Pamplona zona Oeste da capital cearense buscam transformar o local promovendo saraus, cinema, jogos, saúde e outras atividades para a comunidade local, buscando conscientizar, alertar e ser um sinal de educação, vida e amor em meio a zonas de conflito e violência. 

Futebol de sabão - imagem Coletivo Natora

 Contemplados no VI edital Ação jovem da Rede CUCA (equipamento da Prefeitura Municipal de Fortaleza para ações de juventude e que nós do Social Brasilis acompanhamos a execução nesta edição), eles promoveram o II Natora Champions League um campeonato de Travinha de rua para as crianças e jovens do bairro do Carlito Pamplona e comunidades das adjacências. 

       "Travinha futebol de rua improvisado, onde os garotos jogam na maioria das vezes descalços, com bola e traves improvisadas. É o simbólo das periferias brasileiras e a festa de crianças e adolescentes."

O campeonato ocorreu no sábado (22/07) e domingo (23/07) e começou com atividades de  alongamento funcional para todos os jogadores e conversa sobre as regras e a premiação. O campeonato tinha 8 equipes com até 3 jogadores da faixa-etária variando dos 13 à 17 anos. Foram premiados os 3 times com troféus e medalhas e também foram premiados o melhor jogador, artilheiro do campeonato e o gol mais bonito. Além do campeonato rolaram também cinema de rua e atividades de entretenimento como pula-pulas, futebol de sabão e carrinhos de pipoca e algodão doce que fizeram a alegria da criançada e dos adultos que conferiram todas as ações da porta de suas casas com o sorriso no rosto. 

Campeonato de travinha - imagem Coletivo Natora

Premiação - imagem Coletivo Natora
 Para  Alécio, o  D’aleste como é conhecido, jovem idealizador do campeonato, a ação aproxima a comunidade da praça, que antes era palco de conflitos de gangues, sendo que os jovens assumiram um papel importante em começar esse movimento de apropriação dos espaços públicos com atividades culturais e esportivas.  

“Quem faz o coletivo surgir é a juventude, que acaba se espelhando na criançada e na própria comunidade, que hoje nos ajuda na preparação da praça para os nossos eventos”  - relata o jovem empreendedor social.

Proporcionando a reconfiguração social através da arte, educação e do esporte que é o caminho escolhido pelos jovens do coletivo Natora para combater a violência em seu bairro, ações como essas precisam ser fomentadas dando voz e vez aos jovens para transforma-los em verdadeiros protagonistas sociais que influenciam positivamente o seu contexto social.  

Quer conhecer mais iniciativas protagonizados por jovem que estão impactando positivamente seus contextos sociais? Conheça nossa campanha #EuSouProtagonista 2017.

Coletivo Natora e seu lema: Foi sal!!


É "Sal"apoiar a juventude,
Social Brasilis

quinta-feira, 27 de julho de 2017

"Aqui tem sinal de vida" - juventude + ação

#EuSouProtagonista

Nas grandes e médias cidades o conceito da violência urbana cresce a cada dia. Bairros são taxados por seus altos índices de violência e como resultado disso surge uma cultura de preconceito e do desconhecido aos olhares dos demais cidadãos desses centros.

Esse é o caso do trabalho em comunidades e morros do nosso Brasil, muitas vezes invisível aos olhos do mundo. Em Fortaleza, no morro de Santiago, localizado na grande Barra do Ceará - região do litoral Oeste de Fortaleza banhado pelo encontro do Rio Ceará com o mar - que o coletivo "Aqui tem sinal de vida" ganha lugar e mostra a voz do seu local para o mundo.

Formado por jovens moradores da região da grande Barra do Ceará, eles pensam e criam ações que levem mais cultura, diversão e lazer para o morro do Santiago e depois mostram essas ações para os demais bairros da capital cearense.

Contemplados pelo VI edital Ação Jovem da Rede CUCA (equipamento da prefeitura municipal de Fortaleza para a juventude), eles pensaram ações para contribuir com toda a comunidade, ações essas como:

-Campeonato de pipa (no Ceará chamamos arraia) para as crianças.

Foto: Aqui tem sinal de vida

-Cinema para a comunidade:

Foto: Aqui tem sinal de vida

Foto: Aqui tem sinal de vida

-Passeio no Rio Ceará para conhecer a história local:

Foto: Aqui tem sinal de vida

Foto: Aqui tem sinal de vida

O coletivo ainda organiza uma biblioteca comunitária aberta a todos da comunidade, um modo de fomentar e estimular a leitura nas crianças do bairro, além de organizarem mutirões de saúde para a prevenção de doenças e cuidados com a higiene pessoal de crianças à adultos. 

Essa motivação para "fazer acontecer" faz parte do imaginário desses jovens que se mobilizaram para transpor desafios e fazem a diferença onde vivem. Sua missão é mostrar que em qualquer lugar que a sociedade enxergue parcialmente tem um sinal de vida, tem corações que pulsam sim e que acreditam na superação diária. Por essa e por outras coisas esses jovens são protagonistas de suas próprias histórias e de muitas outras que ajudam a escrever.

Representando o coletivo da esq da tela: Paulo Sérgio, Caio e na ponta direita Alécio (D'leste).

Por mais protagonistas sociais, ajude mais jovens a empreender socialmente, conheça nossa campanha 2017 aqui.


Sentindo-se motivad@s
Eq. Social Brasilis

terça-feira, 25 de julho de 2017

Estação Jogadão - jogos digitais para a juventude

#EuSouProtagonista

Nos embalos de um sábado à tarde, no último dia 22 de julho, ocorreu mais uma edição do Estação Jogadão nas dependências do CUCA Mondumbim (equipamento pertencente a Prefeitura Municipal de Fortaleza para a juventude), o projeto é apoiado pelo VI edital Ação Jovem de 2017 que incentiva o fomento de ações e projetos de jovens pertencente a rede CUCA em Fortaleza-CE.

O Estação Jogadão é um incentivo aos jogos e reúne um grande público infantil e jovem para debater sobre o universo gamer, expor a trajetória dos grandes jogos/jogadores e jogar...

"O Estação Jogadão é um super evento de jogos. Será um dia de atividades com jogos de cartas, tabuleiros, videogames, minigames e jogos de dança abertos para todos os públicos." - Relata os organizadores do evento em sua página nas redes sociais.

O evento contou com sorteios de brindes, rodas de conversa, caça à pokémons e ainda uma discussão sobre jogos e o mercado de trabalho para a galera que deseja trilhar esse caminho profissionalmente.

Atividades Estação Jogadão - Cuca Mondumbim 6º edital ação jovem

O projeto é idealizado por jovens atuantes em movimentos sociais (Douglas Libriano e Ivan de Oliveira) e já experientes em organizações de eventos do mesmo porte, protagonizando também a organização do evento Exposição Pura Pele - evento voltado para a sensibilizando sobre o universo transverti e transformista com exposições e performaces que buscam quebrar paradigmas e barreiras de preconceito entre o público participante para com o público LGBT.

Nós do Social Brasilis acompanhamos a execução das atividades dos projetos do 6º edital Ação Jovem da rede CUCA em 2017 e incluímos a ação e a ideia do projeto Estação Jogadão nos eventos da campanha #EuSouProtagonista que incentiva a criação de ideias e negócios sociais de jovens pelo país. 
Douglas Silva - um dos idealizadores do projeto e Manú Oliveira do Social Brasilis

Aproveite e acompanhe o vídeo-case desse mês da campanha em nosso canal no youtube - no vídeo Jéssica e Gabriel do projeto Bagagem contam sua ideia sobre um intercâmbio social e cultural para jovens da periferia - assista aqui. 


Por mais ideias de jovens...
Eq. Social Brasilis

sábado, 22 de julho de 2017

Projeto imprima e jogue - Jogos de tabuleiro e a educação

#EuSouProtagonista

Os jogos nunca despertaram tanto a ludicidade em crianças, adolescentes e até mesmo em adultos. Quando os jogos são usados como uma ferramenta para o despertar de habilidades em crianças e jovens, traz um contexto didático, lúdico e pedagógico ao ato de aprender, adquirir raciocínio lógico e concentração.

O projeto imprima e jogue busca despertar exatamente isso em seus participantes, crianças e jovens, essa arte de aprender jogando, ou seja, construindo seus próprios jogos. O coletivo é composto por jovens que se baseiam na teoria de Pierre Bordieu, sociólogo francês que "denunciou as distorções na produção da cultura e na sua difusão educacional na sociedade" (Fonte: Revista Cult) -  e assim criam jogos e fazem da auto produção o principal viés da aprendizagem.


Durante as oficinas do projeto é ensinado conceitos dos jogos de tabuleiro, regras de uso autoral, oficina de serigrafia para montagem do tabuleiro e confecção das cartas do jogo e as regras do mesmo que é denominado lutas simbólicas.






O jogo é uma aventura para desbravar o contexto social  e crítico do participante, além de propor uma viagem lúdica ao desbravamento de sua posição como indivíduo na sociedade.


"A repercussão do projeto foi muito boa. Os meninos (as) ficaram jogando até após a finalização das atividades" - relata Isadora educadora social da Rede CUCA Mondumbim - equipamento para a juventude da Prefeitura Municipal de Fortaleza-CE.

Crianças com as cartas do jogo Lutas Simbólicas!
Crianças e jovens interagem com atividades lúdicas e ao mesmo tempo didáticas que os levem em um caminho de aprendizagem, visão crítica e social e por fim, ao protagonismo. O trabalho do grupo de jovens que realiza o projeto imprima e jogue, e idealizadores do jogo Lutas Simbólicas buscam despertar exatamente isso em seus participantes, principalmente, em crianças e jovens. O projeto foi contemplado no 6° edital Ação Jovem da Rede CUCA - da coordenadoria de juventude da Prefeitura Municipal de Fortaleza em 2017. Foram realizadas quatro oficinas sobre jogos de tabuleiro, conceito, objetivos e montagem do jogo pelos próprios participantes, ao término, os jogos confeccionados foram disponibilizados para compôr as três bibliotecas da rede de juventude em três bairros da periferia da grande Fortaleza. Grande exemplo!

Participantes de uma das oficinas! Daniel Valentim idealizador - ao centro abaixo.

Edital e regras do jogo - baixe aqui.
Download do jogo - aqui


Fomente ações sociais!
Eq. Social Brasilis

terça-feira, 18 de julho de 2017

Projetos de juventude - Linguagem urbana - #EuSouProtagonista

#EuSouProtagonista

Na expectativa de fomentar e promover iniciativas de juventude, nosso ano de 2017 tem sido para levar essa motivação a jovens de todos os lugares do país através da campanha #EuSouProtagonista e o que estamos vendo é uma explosão de ideias e motivações para ser ação e fazer acontecer na sociedade.

A juventude tem se mobilizado, tem ganhado voz e ido para a ação. Muitas ideias de diferentes frentes temos visto e participado. Ideias sobre arte circense, jogos de tabuleiro, produção cultural e até mesmo perspectiva de cidade, em que a linguagem e arte urbanas são valorizadas e contadas por quem faz parte dos contextos sociais. Esse é o projeto Narrativas possíveis, divulgar a cidade pelo olhar de seus moradores participantes do contexto, promover a visão crítica e social de quem vive a cidade e não se expressa, não tem voz e vez na institucionalização e elitização da nossa cultura e linguagem urbanas. Pense por um instante:
"O que você enxerga em sua cidade e que não é exposto na mídia? Que rótulos sua cidade ganha por essa razão?"

Esse é o trabalho do Narrativas possíveis mostrar a Fortaleza (Ceará) que ninguém mais conhece a não ser seus moradores, suas comunidades, ruelas, vilas e becos. Adentra-los e divulgá-los para quem não se expressa, não se mostra e pensa que não é cultura, que sua história e arte não são valorizadas e reconhecidas.

Oficina Narrativas Possíveis - Cuca Mondumbim

O projeto promove oficinas para a discussão, fomento de ideias, uso das redes sociais e digitais pra divulgação da cidade e da arte e espaço urbanos, além de estimular o olhar e a captura de histórias de vida através da fotografia e da livre expressão.



Iniciativas que promovem o conceito de cidade e espaços urbanos são atuais, olha só o exemplo da região do Cariri cearense e o projeto Compartilha Cariri - que temos o prazer de apoiar:



Conheça mais sobre os projetos em pauta:
Instagram: @narrativaspossiveis  e @compartilhacariri
Facebook: Narrativas Possíveis e Compartilha Cariri


Compartilhe a "sua" cidade!!!
Eq. Social Brasilis
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...