quinta-feira, 27 de julho de 2017

"Aqui tem sinal de vida" - juventude + ação

#EuSouProtagonista

Nas grandes e médias cidades o conceito da violência urbana cresce a cada dia. Bairros são taxados por seus altos índices de violência e como resultado disso surge uma cultura de preconceito e do desconhecido aos olhares dos demais cidadãos desses centros.

Esse é o caso do trabalho em comunidades e morros do nosso Brasil, muitas vezes invisível aos olhos do mundo. Em Fortaleza, no morro de Santiago, localizado na grande Barra do Ceará - região do litoral Oeste de Fortaleza banhado pelo encontro do Rio Ceará com o mar - que o coletivo "Aqui tem sinal de vida" ganha lugar e mostra a voz do seu local para o mundo.

Formado por jovens moradores da região da grande Barra do Ceará, eles pensam e criam ações que levem mais cultura, diversão e lazer para o morro do Santiago e depois mostram essas ações para os demais bairros da capital cearense.

Contemplados pelo VI edital Ação Jovem da Rede CUCA (equipamento da prefeitura municipal de Fortaleza para a juventude), eles pensaram ações para contribuir com toda a comunidade, ações essas como:

-Campeonato de pipa (no Ceará chamamos arraia) para as crianças.

Foto: Aqui tem sinal de vida

-Cinema para a comunidade:

Foto: Aqui tem sinal de vida

Foto: Aqui tem sinal de vida

-Passeio no Rio Ceará para conhecer a história local:

Foto: Aqui tem sinal de vida

Foto: Aqui tem sinal de vida

O coletivo ainda organiza uma biblioteca comunitária aberta a todos da comunidade, um modo de fomentar e estimular a leitura nas crianças do bairro, além de organizarem mutirões de saúde para a prevenção de doenças e cuidados com a higiene pessoal de crianças à adultos. 

Essa motivação para "fazer acontecer" faz parte do imaginário desses jovens que se mobilizaram para transpor desafios e fazem a diferença onde vivem. Sua missão é mostrar que em qualquer lugar que a sociedade enxergue parcialmente tem um sinal de vida, tem corações que pulsam sim e que acreditam na superação diária. Por essa e por outras coisas esses jovens são protagonistas de suas próprias histórias e de muitas outras que ajudam a escrever.

Representando o coletivo da esq da tela: Paulo Sérgio, Caio e na ponta direita Alécio (D'leste).

Por mais protagonistas sociais, ajude mais jovens a empreender socialmente, conheça nossa campanha 2017 aqui.


Sentindo-se motivad@s
Eq. Social Brasilis

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...