quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Fotografia e a linguagem da transformação!

#EuSouProtagonista

  Novos olhares, novas nuances, múltiplas capturas...essa é a fotografia e a sua linguagem, através de imagens, tenta transmitir a seus observadores múltiplas visões de mundo. Falar nesta linguagem é ir por um caminho amplo de interpretações. O que o artista, fotógrafo, quer transmitir através de seu olhar e visão,o que enxerga através da sua própria visão de mundo é sua própria interpretação da vida para ser exposta para outras tantas interpretações segundo o olhar e a vida daqueles que a observam. Assim, temos uma explosão de conceitos, interpretações e situações ricas para o debate e para a transformação.

  Quando falamos de contextos sociais, falamos de sua gente, de cultura, cotidiano, histórias de vida que são congeladas e capturadas pela lente de uma câmara. Como essa arte é usada para ser um objeto de transformação social e impactar positivamente a vida de pessoas?

Foto: Léo Silva
  Léo Silva, jovem fotógrafo e empreendedor social cearense, tem a resposta a essa pergunta...através do VI edital Ação Jovem da Rede CUCA (equipamento da Prefeitura de Fortaleza para a juventude) e assessorados em 2017 por nós do Social Brasilis, Léo percorreu as ruas e ruelas do seu bairro, o Jangurussu, localizado na periferia de Fortaleza-CE, para retratar através dos rostos e situações de seus moradores suas histórias e seu cotidiano. Ao retratar, ele não queria apenas mostrar expressões de um lado da capital cearense que poucos conhecem ou enxergam, queria mostrar sua visão de mundo, crítica e social que o cerca. 

  Isso não é apenas dar voz, mas singulariza e torna único uma comunidade, povo, pessoa...é uma manifestação artística do que vivemos diariamente em nosso lugar, em nosso próprio mundo seja ele em cores ou em preto e branco. Olhe a seu redor...o que você retrataria que representa a essência que você quer levar ao mundo? Que possíveis interpretações seu olhar traria? O que é possível debater através da sua imagem/foto? Que alertas ela faz ao mundo?


Foto: Léo Silva

Foto: Léo Silva

 Se você conseguiu pensar e responder a algumas dessas perguntas, você conseguiu enxergar a transformação que a linguagem da fotografia pode trazer e quando isso vem de um jovem, torna-se ainda mais ampla e impactante.

  Esse é a transformação deixada pela exposição Simples Cidade de Léo Silva através de cada imagem capturada por suas lentes em toda a comunidade e que agora estampam os corredores do CUCA Jangurussu em formato de mostra de arte fotográfica. Obras em preto e branco que são coloridas por sua essência e desejo de mudança, transmitem cultura e história de um povo e um lugar.

Foto: Léo Silva - Exposição CUCA Jangurussu
  Pense em como a fotografia pode ser um canal para a transformação social no lugar que você mora, estuda ou trabalha. O que se pode mostrar para o mundo sobre seu contexto/cotidiano? O que a tecnologia e mídias digitais podem ajudar nessa ação? 

 Pense, responda e aja! Leve protagonismo para múltiplas pessoas através de suas imagens...ensine outras pessoas a também se expressarem por imagens e capturar expressões que levem a debates sociais e conduzam ao caminho da transformação. Junte sua turma e com as câmaras fotográficas ou de celular deixe cada um falar através de imagens, você pode criar até uma hashtag para divulgar suas imagens na rede/web.

 Seja um protagonista, compartilhe suas ações e imagens conosco, participe da nossa campanha #EuSouProtagonista 2017 - incentive atividades transformadoras.


Por mais clicks do bem,
Social Brasilis

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...