terça-feira, 1 de agosto de 2017

"Me poupe do vexame de morrer tão moço" - #Juventude

#EuSouProtagonista

  Me poupe do vexame de morrer tão moço é uma frase emblemática, principalmente quando vinda de jovens. Essa é uma ideia de ação social proposta por jovens do bairro Jardim Iracema zona oeste da capital cearense para discutir o genocídio da juventude contemporânea.

"Foto: projeto Me Poupe do vexame de morrer tão moço"

 Um tema delicado, atual e sério...conversado de jovens para jovens. No Brasil, são altos os índices de assassinatos de jovens, em sua maioria negros e pobres provenientes das periferias do país, motivados por tráfico de drogas, brigas ou que caem nos números causados pela violência urbana como um todo. Precisamos discutir isso, precisamos falar sobre violência urbana, drogas, uso não consciente da internet e da tecnologia. Enfim, precisamos falar sobre a juventude. É justamente isso que esse grupo de jovens cearenses tem feito, falar da sua geração.

"Esperamos que nosso projeto não fale apenas sobre o genocídio da juventude motivada pela questão urbana, mas um pouco mais a frente falar dos jovens que utilizam a tecnologia todos os dias para fins negativos" - diz Kaciane Silva empreendedora social do grupo.

 Apoiados, pela primeira vez, pelo edital Ação Jovem da Rede CUCA (equipamento da Prefeitura Municipal de Fortaleza para a juventude) e assessorados por nós do Social Brasilis, ações foram organizadas para discutir esse tema com a comunidade do bairro Jardim Iracema e debater através da arte possíveis soluções para sensibilizar a moçada sobre o tema.

Peça teatrais, música, rodas de conversas foram organizadas para falar sobre isso de forma culta e atual.

"Foto: projeto Me Poupe do vexame de morrer tão moço"

  A frase que dá nome ao projeto é forte e enigmática "Me poupe do vexame de morrer tão moço" que retrata uma vida que não foi vivida, aproveitada, encurtada por motivos banais. Significa ainda, uma geração que a educação, a cultura e a arte tem sido negadas, sem direito a voz e vez...porém, acompanhar tantas manifestações de juventude de todos os cantos do país tem mostrado à você leitor e leitora o quanto ainda é possível mudar e ser transformação. Esses moços e moças querem discutir e debater arte e consciência coletiva, por isso, são protagonistas de suas vidas e de sua comunidade. Seja você também! Conheça nossa campanha #EuSouProtagonista 2017!


Por mais moços e moças protagonistas,
Social Brasilis


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...